Entenda como a virtualização pode te ajudar a extrair o máximo potencial de seus dispositivos de TI

Você provavelmente já ouviu falar mais de uma vez sobre virtualização. Mas você sabe como isso funciona? Já parou para pensar como as máquinas virtuais podem ser úteis para sua empresa?

Nesse artigo, vamos abordar questões como essas, além de explicar como a virtualização faz os computadores operarem em capacidade total. Acompanhe!

O que é virtualização?

A virtualização é uma tecnologia que permite criar serviços de TI úteis, utilizando recursos tradicionalmente vinculados ao hardware. Ela permite que você use a capacidade total de uma máquina física distribuindo seus recursos entre muitos usuários ou ambientes.

virtualização serviços de ti

Em termos práticos…

Imagine que você tem três servidores físicos dedicados com finalidades individuais. Um é um servidor de e-mail, outro é um servidor da Web e o último é o servidor de banco de dados do seu ERP. Cada um deles está sendo usado com cerca de 30% da capacidade – apenas uma fração do seu potencial de execução. Como trata-se de três atividades importantes para a empresa, você precisa manter os três servidores físicos, certo?

Tradicionalmente, sim. Mas com a virtualização, você pode dividir, por exemplo, o servidor de e-mail em dois, que poderão realizar tarefas independentes. Nesse caso hipotético, podemos deixar um servidor físico atuando como dois servidores virtuais, executando as tarefas de servidor de e-mail e servidor web, por exemplo. Dessa forma, em vez de três servidores físicos, serão necessários apenas dois.

É a maneira mais eficaz de reduzir as despesas com TI, aumentar a eficiência e a agilidade em empresas de todos os portes.

Quais os tipos de virtualização?

Existem diferentes tipos de virtualização e as empresas podem optar por um conjunto delas para adotar a melhor solução para as suas necessidades. Dentre as mais populares estão:

  • Virtualização de dados;
  • Virtualização de rede;
  • Virtualização de servidores;
  • Virtualização de desktop;
  • Virtualização de sistema operacional;
  • Virtualização de sessão.

O que é virtualização de sessão e por que é importante para as empresas

Você talvez não esteja familiarizado com o termo “virtualização de sessão”, mas provavelmente já ouviu falar do Terminal Services. Essa funcionalidade, disponível desde o Windows NT 4.0, agora é  conhecida como Remote Desktop Services (RDS), ou Serviços de Área de Trabalho Remota.

O RDS permite que os usuários acessem aplicativos individuais ou desktops inteiros que estão sendo executados a partir de um servidor.

Como isso já existe há muitos anos, a virtualização de sessão é uma tecnologia confiável e madura. É simples de implementar e também não custa muito. Outras vantagens do RDS são:

  • Segurança: No RDS, não há medo de perder dados por roubo ou desastres, porque todos os documentos e arquivos são armazenados em Data Centers seguros. Todas as conexões para a área de trabalho remota são criptografadas para garantir que suas correspondências sejam seguras e protegidas contra invasão.
  • Maior mobilidade: Esse sistema permite que você trabalhe de forma transparente de qualquer lugar, a qualquer hora, usando diferentes dispositivos.
  • Menor custo: Uma vez que o processamento de dados é direcionado para o Data Center, os desktops dos usuários podem ser mais simples e baratos.

Virtualização e segurança

Um dos principais obstáculos à adoção de novas tecnologias diz respeito aos aspectos de segurança. Embora não seja uma tecnologia propriamente nova, a virtualização teve seu grande desenvolvimento e aumento de popularidade na última década.

No entanto, adotando os procedimentos adequados, a virtualização não apresenta nenhum risco de segurança adicional aos que as empresas já lidam diariamente. Algumas táticas que devem ser seguidas por quem utiliza máquinas virtualizadas são:

  • Implantação de processos: crie processos específicos de TI para aumentar a eficiência e simplificar o gerenciamento das virtualizações.
  • Gerenciamento de recursos: monitore ativamente o ambiente virtual a fim de saber o que está sendo usado e o que é ou não necessário.
  • Auditoria de processos: utilize ferramentas para automatizar verificações de segurança, balanceamentos e processos, sempre que possível.
  • Gerenciamento de patches: efetue a manutenção e o gerenciamento de patches e garanta que eles estejam atualizados tanto nas máquinas virtuais online quanto nas offline.

Conte com a Metrobyte

A Metrobyte oferece consultoria para implementar soluções de virtualização, o que possibilita redução de custos e uma melhor utilização dos recursos computacionais da sua empresa.

Nós entendemos a necessidade de economia financeira e da maximização da utilização dos recursos para o negócio da empresa. Por isso, destacamos que a virtualização possibilita a consolidação, protege os dados e entrega alta disponibilidade de parques tecnológicos.

Entre em contato conosco e descubra as soluções que podemos oferecer para tornar a sua empresa mais competitiva.