Preocupado com a depreciação de computadores? Saiba prolongar a vida útil de seus computadores, economizando em compra de máquinas e investindo em inovações tecnológicas

Por se tratar de bens relativamente caros, não é interessante para as empresas trocar os computadores com grande frequência. Por isso, é recomendável seguir alguns procedimentos a fim de evitar a total depreciação de computadores.

Nesse post, abordaremos algumas das principais dicas de como aumentar a vida útil de suas máquinas.

Conheça 5 soluções para evitar a depreciação de computadores

1. Inventários de TI e manutenção preventiva

Um erro bastante comum de Pequenas e Médias Empresas (PMEs) é não terem em mãos inventários de TI. O inventário é uma lista completa com informações necessárias para gestão de recursos tecnológicos que envolvam softwares e hardwares. Nele deve conter itens como: dados técnicos, data de compra, número e série, local de instalação, última manutenção ou atualização datada.

Administrar essa lista de forma manual também tende a ser um problema. Isso porque essa lista exige atualização e atenção constante aos detalhes. Por isso, é sempre importante contar com profissionais de TI especializados. Afinal, um inventário de TI bem-feito e atualizado auxilia gerentes e diretores a terem todos os recursos em perfeito funcionamento e evita incidentes operacionais.

Desta forma, ao contar com uma empresa de gestão de TI , que gerenciará os inventários de TI da sua empresa, técnicos especializados identificarão problemas antes deles se tornarem graves.

Embora, geralmente, se pense no computador como um todo, ele é um conjunto de componentes. Cada um desses componentes tem uma expectativa de vida, mas ela pode variar a depender do uso que se faz da máquina. Portanto, em uma gestão de inventário é possível que o profissional identifique, por exemplo, o superaquecimento do computador. Então, esse problema, se não for solucionado, pode causar a queima do HD ou da fonte de alimentação.

Além disso, a depreciação de computadores varia de acordo com o uso que se faz dele. Máquinas que ficam ligadas por longo períodos, e que não foram pensadas para ter esse tipo de uso, necessitam de manutenção constante para que os componentes importantes (e caros) não se danifiquem.

2. Manutenção digital

A manutenção digital é tão importante quanto a física para retardar a depreciação de computadores. Alguns procedimentos são essenciais para garantir o bom funcionamento das máquinas e uma execução adequada dos softwares, dentre os quais destacam-se:

  • Eliminação de softwares não utilizados: esse procedimento aumenta não só o desempenho, mas também a segurança de toda a empresa;
  • Atualizações de segurança: muitas vezes, depois que um programa é lançado, são descobertas falhas de segurança. As atualizações de segurança consertam essas falhas. Ainda, previnem ataques que podem comprometer o correto funcionamento dos equipamentos de informática nos quais o programa está instalado;
  • Instalação e atualização de antivírus e anti-spywareos computadores conectados à web estão suscetíveis a diferentes tipos de ataques cibernéticos. Assim, é importante contar com softwares para a proteção contra esses ataques e sempre mantê-los atualizados. Afinal, surgem novas ameaças todos os dias. É uma forma de manter tanto a integridade das máquinas, quanto dos dados da empresa.
depreciação de computadores

Só de pensar em levar o computador até a assistência médica e depois ir buscar, já cansa… Por isso, saiba como prolongar a vida útil de suas máquinas, reduzindo gastos de tempo e dinheiro

3. Upgrade de suas máquinas

Softwares e hardwares possuem vidas úteis diferentes. Muitas vezes, alguns softwares que são extremamente necessários para a empresa precisam ser atualizados para novas versões, as quais podem exigir muito mais de suas máquinas.

Quando isso acontece, é mais interessante trocar alguns componentes, como memória RAM ou placa de vídeo, do que trocar todo equipamento. Ou mesmo forçar a máquina a executar uma aplicação que exige especificações mais robustas.

Além de sair mais barato agregar alguns novos componentes, esse processo ajudará a retardar a depreciação de computadores.

4. Proteção contra ataques cibernéticos

Além do uso de antivírus e anti-spyware, citados anteriormente, é interessante investir em controle de acesso à internet. Para isso, bloqueie sites potencialmente perigosos e, também, aqueles que não são necessários para o desempenho da atividade da empresa.

Este controle, além de contribuir para a segurança da informação e para o correto funcionamento das máquinas, ajuda no aumento da produtividade dos colaboradores.

5. Estrutura adequada

Cuidados básicos, como manter as máquinas em locais arejados, secos e fora do alcance da luz solar, são muito importantes.

Para isso, é fundamental contar, por exemplo, com um cabeamento estruturado que possibilite tanto a expansão, quanto a mudança de layout. Isso sem comprometer o tráfego de dados e sem expor as máquinas a fatores externos que aceleram a depreciação.

Aliar todos esses procedimentos ajuda a empresa financeiramente, ao reduzir os custos com compras de máquinas, sem que seus processos fiquem obsoletos. Afinal, essa economia permite que ela se planeje melhor para investir em inovações tecnológicas.

A Metrobyte possui soluções completas em infraestrutura que auxiliam as empresas a prolongar a vida útil de suas máquinas. Clique aqui e confira!